domingo, dezembro 22

EXERCÍCIO DE SABEDORIA PARA O CORAÇÃO

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS

Resposta a um amigo de alma conturbada, amotinada...

Sem dúvida nosso coração às vezes nos prega peças, turva a visão e embota a mente. Leva-nos a ver o inexistente, a projeção do caos, a ansiedade que magnifica o momento de dor e o torna insolúvel, inaceitável, grande demais para ser suplantado, excedido...


Mas, sempre que damos um tempo, desaceleramos, respiramos fundo, acalmamos o nosso coração e procuramos olhar as situações da vida tendo a Palavra do Pai como filtro e padrão de discernimento, tudo entra em perspectiva e somos levados a recordar que Ele nunca nos deixa e que nada foge ao Seu propósito de amor, graça e paz, realizado por Sua boa, perfeita e agradável vontade.
Tenho feito muito esse exercício, meu amigo. Penso ser o exercício do discípulo sábio...

Fique firme nEle e não se deixe levar pelas situações ao redor ou internamente.
Ainda colheremos muitos frutos de Suas mãos de poder transformador...

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus".
Filipenses 4:6,7
Ouça a música (do saudoso MILAD):



FONTE:
Foto 1: http://4.bp.blogspot.com/-IPw3OSH8OYQ/TaaryX_iUvI/AAAAAAAAAZs/A8NfmoJprBs/s320/embotamento.jpg
Foto 2: http://4.bp.blogspot.com/-DlGdyCLvy74/TeULMa8jPyI/AAAAAAAAGSY/rE0_ZkWlZYE/s1600/relax.jpg
Texto bíblico: Nova Versão Internacional - NVI.

terça-feira, novembro 26

PALAVRAS PARA UM DISCÍPULO QUE SE ACHA LIMITADO...

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


Ter as nossas limitações como padrão para a leitura e interpretação da vida pode ser um exercício de equívocos reticentes e desencaminhadores. Na Palavra de Deus, a verdadeira felicidade é um estado interior que se sobrepõe aos reveses e às perplexidades do cotidiano. Ter a Deus como Pastor é viver a segurança de andar sob a direção de Alguém que não pode ser limitado e cujo poder faz qualquer um vencer suas debilidades espirituais, emocionais, mentais ou físicas. Basta devolver-LHE a vida e pedir para que o controle de toda a existência passe para as Suas mãos de poder. Assim, o Senhor conduzirá o discípulo às águas tranquilas ou por dentro dos vales de sombra e aflição, sempre em segurança e proteção invencíveis.
Enquanto olhamos para o que não podemos ser ou fazer como força depressiva, perdemos a oportunidade de encontrarmos o trampolim da graça de Deus que nos leva onde não poderíamos Ir sozinhos... Duvida? Assista o vídeo:   



Leia um pouco de um dos livros de Nicholas James Vujicic: http://veja.abril.com.br/livros_mais_vendidos/trechos/uma-vida-sem-limites.shtml


segunda-feira, novembro 25

O ANTIVÍRUS EFICAZ PARA O DISCÍPULO

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


O discípulo de Jesus vive rodeado por programas mentais e emocionais maliciosos (vírus), que se escondem ativos nos bastidores das mais variadas interações diárias. A Bíblia esclarece que essa infestação é energizada por forças poderosas que querem prejudicar e/ou escravizar o ser humano e que acalentam o insano sonho de "dominação do mundo". Esses vírus são variados e recebem do seu criador(1) siglas como: CC; CO e OR (Cobiça da carne. Cobiça dos olhos. Orgulho das riquezas). 

CC
A cobiça da carne é uma cepa de vírus que atua incutindo uma insatisfação crescente, reticente e atormentadora no interior da pessoa. Por mais que ela tenha, possua e seja suprida, isso parece, para ela, nunca ser suficiente.

CO
A cobiça dos olhos trabalha na interação faminta com elementos do mundo exterior que desencadeiam uma série de sentimentos de domínio, fascínio e usufruto sobre pessoas e coisas. Esse vírus incute a impossibilidade do equilíbrio, paz e satisfação até que se consiga 'por as mãos' sobre o objeto de desejo, o que, efetivamente, não sacia.

OR  
O orgulho das riquezas atua estabelecendo na mente do infectado uma rede de pensamentos pretensamente coerentes, que o levam a conjugar seu significado existencial (razão de viver) e seus sentimentos de satisfação e pertencimento à riqueza (ao dinheiro e aos bens que possa adquirir e acumular). É através do que se tem que a vida consegue colorido e torna-se vibrante e significativa, enquanto se estabelece por meio dos momentos de prazer: ilusão autoimposta!    

Esses vírus atuam em todas as dimensões do desejo humano, sem descansarem um só instante. Sua ação frenética derrama, em redes sociais, mídias das mais diversas e em espaços de convivência e interatividade, versões novas de agentes infecciosos que são atualizadas a cada milissegundo, invadindo e se escondendo no cerne de um número incontável de imprudentes e desatentos.

A VACINA - O ANTIVÍRUS
Existe uma vacina (vacínia) eficaz para esse tipo de ataque, o verdadeiro antivírus: é o estudo e a prática da Palavra de Deus, na dependência do Espírito Santo.
A própria Bíblia diz ser o antídoto antiviral divino, vivo e poderoso(2) para o homem atual, capaz de escanear e limpar todos os quadrantes da mente, da alma e do coração, fazendo-o conhecer e viver a boa, perfeita e agradável vontade de Deus. Tem a precisão impressionante de dividir o que se pensava ser indivisível, a fim de detectar, denunciar e confrontar as infestações de CC, CO, OR e suas variações. Também fornece, com 100% de eficácia, um padrão crítico(3) para o sistema interior humano (espírito, mente, alma e coração), indicando falhas e deficiências de segurança que o estão impedindo de andar junto com Deus. Veja essa descrição do idealizador desse antivírus gratuito: 



Para ativar o Antivírus basta apresentar ao Senhor Deus uma oração, uma prece de rendição e de pedido de ajuda, convidando-O a tomar nas mãos a sua vida e fazer morada em seu interior. Peça para que Ele ajude você a definir os seus caminhos para que viva já a vida abundante por Seu poder maravilhoso e transformador...

NOTAS:
1. O diabo. Veja Primeira Carta de João, capítulo dois(2) e versos dezesseis e dezessete (16,17).

2. Livro bíblico de Hebreus, capítulo quatro(4) e verso doze(12).

3. A palavra grega usada para traduzir o verbo "julgar" é 'krítikos' (κρίτικος), ou seja, a ação de criticar. Essa ação deve ser olhada a partir do pensamento filosófico, onde a 'crítica positiva' se manifesta na aplicação de afirmações contrárias ao procedimento vigente, a fim de criar reflexão e conscientização. E a 'crítica negativa' atuante pela aplicação de perguntas e frases negativas em oposição ao procedimento vigente, a fim de criar um padrão de reflexão, conscientização e mudança de vida.   





     

quinta-feira, julho 11

OS "PREGA-ODRES"

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


Velho & Novo

Outro dia recebi um e-mail remarcando o horário da reunião de nosso grupo de pregadores(1). Pela pressa, o mano Eduardo digitou assim o 'assunto': "Reunião dos pregaodres". O equívoco evocou em minha mente as palavras do Mestre: 'nem se põe vinho novo em odres velhos...'(2).
Tantos estão ocupando púlpitos, cátedras, liderança de grupos pequenos, escrevendo em blogs, sites, falando nas mídias sobre a Bíblia, mas reproduzindo o mesmo fenômeno espiritual confrontado e enfrentado por Jesus. Os pregadores de odres e vinho velhos... Gente que reproduz uma teologia sistematizada pela adequação do orgulho, ganância e prepotência pessoais à pretensa mensagem da fé. Tentam manter, lado a lado, a conservação de sua maneira de viver e o discipulado de Jesus; a liderança da vida e o Senhorio do Mestre. Uma mistura impossível. Enquanto tentam enfeitar a porta larga, do caminho amplo e espaçoso, para que se pareça com a vida do Reino, com o Evangelho da Graça, vão reeditando o clássico diálogo com Jesus:
"Muitos me dirão naquele dia: 'senhor, senhor, em teu nome não profetizamos e em teu nome expulsamos demônios e em teu nome muitos milagres fizemos?' Então lhes confessarei explicitamente: 'Nunca os conheci; para longe de mim vocês os que praticam o mal' (3).
Sal & luz
Ser um pregador dos 'odres novos do vinho novo' é manter adiante de si mesmo a mensagem da cruz para o velho homem, a porta estreita do caminho difícil como estilo de vida e o banho e a roupa nova, próprios do dia a dia do discípulo, sempre urgentes e prioritários(4). Sem dúvida, aquele que tem em si o 'odre novo do vinho novo' não conseguirá manter-se alienado às pessoas necessitadas. Não conseguirá permanecer seguindo com a acumulação de riquezas e investimento no mundo caído, onde o sonho é ter, conquistar, receber mais. Não verá seu futuro como um dividendo financeiro a ser usufruído em idade avançada. Mas viverá como se hoje fosse o fim, abrindo o ser e permitindo que todas as capacitações, as experiências, os dons, os recursos pessoais, a Palavra internalizada, o amor recebido e a gratidão pela companhia e liderança do Mestre no caminho se tornem instrumentos de vida nas mãos do Espírito Santo, acendendo a luz e levando o tempero espiritual para quem ainda não os recebeu (Mt.5:16).
Quero ser um "prega-odre" do novo, da agenda do Reino, das prioridades de Cristo, do pastoreio que abraça, alcança, socorre, partilha, sacia, capacita para ser, crescer, viver e anunciar, com pão e vida, com tudo o que possa demonstrar que em mim há um rio de água viva que corre para fora de mim mesmo até encontrar o próximo...

NOTAS:
1. Temos uma reunião semanal onde avaliamos a mensagem trazida no domingo anterior e estudamos a Bíblia juntamente com o pregador do domingo seguinte. www.borda.org.br
2. Mt.9:17.
3. Tradução pessoal de Mt.7:22 e 23. Recomendo a mensagem: "A conscientização é o caminho para a decisão".
4. Colossenses 3.
5. Fotos:
a. http://graceembraced.files.wordpress.com/2012/12/wineskins-old-new.jpg?w=600
b. http://gointotheworld.net/wp-content/uploads/2011/02/salt_of_the_earth.jpg

segunda-feira, abril 22

SUA DECISÃO FAMILIAR... (Slow Fade - Casting Crowns)

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


Participei da(o) happy hour na Borda e o vídeo (Música) abaixo foi compartilhado pelo caro Kléber como fonte de reflexão sobre a atitude masculina dentro da família. Vale a pena conferir:



Abraço a todos.

FONTE:
http://vimeo.com/4532608

terça-feira, abril 16

sábado, março 2

SER AGRADECIDO É UMA ARTE... É UMA DECISÃO!

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS

Na vida diária, devemos ver que não
é a felicidade que nos faz agradecidos,
mas a gratidão é que nos faz ser alegres. 
"Agradecer" é um verbo não muito conjugado hoje.
Uma ação quase esquecida... 
Sua origem vem da palavra "grado", ou seja 'vontade'. Daí termos as expressões 'de bom grado' (Boa vontade) 'de mau grado' (Má vontade) (1).
Isso nos traz de volta à ideia de que precisamos empurrar nossa vontade em direção ao agradecimento.
Mas como é difícil mobilizá-la para reconhecer algo que nos tem beneficiado, muito ou pouco. Erigimos um pedestal de mau grado calçado por desculpas:
É a correria cotidiana, o cansaço, o esquecimento, o desligamento, a rotina estafante, as dores nas costas, etc. Na verdade é o nosso juízo de valores orgulhoso que indica o que merece ou não ser notado e correspondido com o assentimento da gratidão pessoal.
A vida motivada pelo consumismo e pela obtenção e acúmulo de lucro, além de nossa falta de educação para a civilidade, nos impedem de ver nosso benefício acontecendo pelas mãos de outras pessoas.
A postura natural é enterrarmos a cabeça na areia da presunção e devanear no auto-convencimento de que todos não fizeram mais que sua obrigação em nos tratar bem, em nos facilitar a jornada, em nos receber, em nos abençoar, em nos proporcionar algo de bom, em nos ver como Deus nos vê.
Enquanto nos fechamos na falta de vontade, nos tornamos gente amarga e que confia na sua força ou nos recursos que possui. Isso é escuridão de alma... 

Uma boa meditação para domar a sua vontade pode ser Cl.2:6,7 e 4:2 (NVI):

"Portanto, assim como vocês receberam a Cristo Jesus, o Senhor, continuem a viver nele,... transbordando de gratidão. Dediquem-se à oração, estejam alertas e sejam agradecidos".

Olhe ao seu redor e tire um pequeno momento para agradecer a Deus. Depois, lembre-se de pessoas que têm sido usadas por Ele para acrescentar o que hoje você usufrui. 

NOTAS:
(1). Textos: Colossenses 2:6,7. No grego koinē (Escrita também empregada no Novo Testamento bíblico) encontramos a palavra "εὐχαριστός" (eucharistós) que significa "grato, agradecido". Também "εὐχαριστία" (eucharistía): gratidão. Um texto onde essa palavra ocorre:

"Como podemos ser suficientemente gratos a Deus por vocês, por toda a alegria que temos diante dele por causa de vocês?" 1 Ts.3:9. 


domingo, fevereiro 17

DEPRESSÃO ATINGE 350 MILHÕES DE PESSOAS NO MUNDO...

Átila da Silva para o CONTRA MÃOS


A depressão é uma das doenças estigmatizadas dentro do contexto cultural evangélico-cristão. Quem é acometido por ela naturalmente passa a ser visto pela comunidade, no mínimo, como alguém sem fé. Mas ninguém que tenha lido os salmos, por exemplo, poderá sustentar tal pensamento. Apresentamos a nova série liderada pelo Dr. Dráusio Varella que pretende esclarecer o que é a depressão e como superá-la. Vale a pena conferir.
Abraço a todos.  
Clique:
http://g1.globo.com/fantastico/videos/t/edicoes/v/depressao-atinge-350-milhoes-de-pessoas-no-mundo/2411751/